Cemitério dos Anjos

By: Mortician Asd

[Recommend this Fotopage] | [Share this Fotopage]
[<<  <  1  2  3  [4]  >  >>]    [Archive]
Tuesday, 6-Apr-2004 00:00 Email | Share | | Bookmark
Nicola Rollo

 
 
Nasceu em Bari, Itália, em 1889. Faleceu em São Paulo em 1970.

Foi aluno do escultor Adolfo Adinolfi no Liceu de Artes e Ofícios de São Paulo, onde foi professor.

Esculpiu importantes trabalhos no Palácio das Indústrias, onde instalara seu ateliê, devendo ser destacado o grupo de alegórico ''Quimera'', em ferro fundido, que encima o prédio. A ''Quimera'', grifo heráldico que empunha o estandarte do edifício junto à torre principal é uma espécie de dragão com cabeça de leão, corpo de lagarto e cauda de serpente, que, tomada de empréstimo à mitologia grega, simboliza a utopia.

Grande artista, sua escultura néo-clássica simplificada apresenta-se de um modo original. Certa vez esculpiu um Cristo crucificado como ele concebia. Um Cristo mutilado, só o tronco, sem pernas e sem braços.

Seus trabalhos no Cemitério da Consolação se destacam: ''Lenda grega'', onde mostra Orfeu, filho de Apolo e de Caliope, casado com a ninfa Eurídice. Outro trabalho de grande vigor expressionista é o de ''Euterpe'', Musa da Música, em bronze, (cujas tranças foram quebradas por vândalos) que se encontra no jazigo do Maestro Luigi Chiafarelli, onde o artista mostra que arte é sobretudo emoção.

Assinava N. ROLLO.


Monday, 5-Apr-2004 00:00 Email | Share | | Bookmark
Francisco Leopoldo da Silva

Nú - Mármore, granito - 1922(?) - Cemitério da Consolação
Nú ''Solitudo'' - Granito - (data???)
Nasceu em Taubaté, em 1879. Faleceu em São Paulo, em 1948.

Discípulo de Amadeo Zani, estudou em Roma com o grande escultor Arturo Dazzi. Excelente estatuário, hábil modelador, sua produção compreende a figura humana, principalmente o nu feminino, retrato e a arte religiosa.

Autor do primeiro nu feminino, colocado em 1922 na necrópole da Consolação, onde se encontra a provocante ''Solitudo'': uma mulher em êxtase envolta num véu translúcido que mais realça suas formas exuberantes, seminudez mais forte porque é sugerida e não mostrada.

Ao contrário de Brecheret, (com quem estudou em Paris no ateliê de Arturo Dazzi), que que adotara uma pesquisa estilística moderna. Leopoldo e Silva que inicialmente seguira o estilo e a técnica de Rodin daí o vigor de suas esculturas, chegando ao Brasil quedou-se numa manifestação mais conservadora, embora conservando um acentuado lirismo.

Assinava L. SILVA.


Sunday, 4-Apr-2004 00:00 Email | Share | | Bookmark
Victor Brecheret

Grande Anjo
Sepultamento
Nasceu em Farnese, Itália, 1894. Faleceu em São Paulo, 1955.

Estudou no Liceu de Artes e Ofícios de São Paulo. Em 1913 partiu para Roma, onde foi aluno de Arturo Dazzi, tendo obtido três anos mais tarde o primeiro lugar na Exposição Internacional de Roma com sua obra ''Despertar''. Recebeu, ainda, a influência de Bourdelle, Mestrovic Brancusi e Rodin. Tendo retornado ao Brasil executou a escultura ''Eva'', inspirado em Rodin.

De volta a Europa, graças a uma pensão do governo participou do Salão de Outono de Paris tendo sido seu trabalho ''Templo de Minha Raça'' premiado dentre obras de mais de 4.000 competidores. Em 1922 participou da Semana da Arte Moderna. Na I Bienal de São Paulo recebeu o prêmio de Melhor Escultor Nacional.Sua obra ''Fauno'', que lembra Bourdelle, em granito (3,40m e pedestal de 1,72m) que modelou num corajoso ímpeto pagão, melhor se ajusta no ambiente silvestre do Parque Siqueira Campos, onde se encontra.

O ''Monumento às Bandeiras'' (1953), em granito, com 40m de comprimento e figuras de 8 m de altura é considerado o mais belo dos nossos monumentos. O ''Monumento ao Duque de Caxias'', em bronze, é a mais gigantesca estátua eqüestre das Américas, e talvez do mundo ( 15,88 m e pedestal de granito de 25,28m, num total de 41,06m).

Para as necrópoles paulistanas plasmou obras que encantam, onde alia o refinamento da arte clássica ao vigor da arte moderna. No grupo escultório e granito ''Sepultamento'' (2,26m x 3,65m) executado em 1923 para o jazigo de dona Olívia Guedes Penteado, no Cemitério da Consolação modelou o artista na cena de Pietá (Cristo e sua mãe) e as santas mulheres: Maria Madalena, Maria de Cleofas, Santa Isabel e uma quarta mulher, que não consta na Bíblia, mas que talvez seja uma alusão à Dona Olívia.

Assinava V. BRECHERET


Friday, 2-Apr-2004 00:00 Email | Share | | Bookmark
Cemitério Ordem Terceira do Carmo e Cemitério da Consolação-SP

Cemitério Ordem Terceira do Carmo
Cemitério Ordem Terceira do Carmo
Cemitério Ordem Terceira do Carmo
View all 17 photos...


Thursday, 1-Apr-2004 00:00 Email | Share | | Bookmark
Cemitério da Consolção

Cemitério da Consolação, o mais antigo da cidade, fundado em 10 de julho de 1858 e chamado na época de Cemitério Municipal, nome que conservou por alguns anos. A fortuna de muitas famílias que residiam na Capital Paulistana atraiu para São Paulo artistas estrangeiros, principalmente italianos já consagrados na Europa, que viram na arte de ornamentar túmulos uma oportunidade de ganhar dinheiro.

Na São Paulo dos grandes barões do café, juristas e políticos, a morte era tratada de forma mais poética e filosófica e fortunas foram gastas para enterrar seus entes queridos em templos de mármore, bronze e granito, o que na época dava status social às famílias. Escultores brasileiros, inspirados na arte tumular, foram estudar na França e na Itália com mestres famosos. Daí a execução de trabalhos de valor artístico na necrópole (o que na época dava um status social às famílias) , transformando-as em verdadeiro museu ao ar livre, rico em história, beleza e arte, como ainda hoje se constata.


[<<  <  1  2  3  [4]  >  >>]    [Archive]

© Pidgin Technologies Ltd. 2016

ns4008464.ip-198-27-69.net